Arquivo da categoria: Hotéis

Sofisticação made in Brazil

Infinity Blue – Balneário Camboriú

É difícil achar no Brasil um resort para a família com a qualidade de serviços e as instalações tão perfeitas como as do Infinity Blue, em Santa Catarina

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma das qualidades mais marcantes de Balneário Camboriú é a proximidade entre o agitado centro da cidade e as praias tranquilas das imediações, onde há também várias opções de hospedagem. E, nesse sentido, há um resort imbatível na região: o Infinity Blue.

Na minha estadia lá, fiquei espantado com o fato de estar em uma praia deserta, quase particular, mas, ao mesmo tempo, a apenas três minutos de carro da área urbana e dez do centro.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Paisagem única – O Infinity Blue, por sinal, espalha-se por uma encosta, debruçado sobre a praia, de modo que os hóspedes têm uma vista abrangente de toda a orla e das montanhas forradas de mata nativa que separam Balneário Camboriú de Itajaí . De alguns pontos, dá até para ver a Praia Central, com seus edifícios emoldurando a paisagem e com o Parque Unipraias ao longe.

Na praia, vale dizer, não há vendedores ambulantes e o serviço provido pelo resort é atencioso. Conseguir guarda-sol, cadeiras, drinques e petiscos foi tarefa fácil, sem maiores embaraços.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Atendimento acima da média – A qualidade da hospedagem e dos serviços está em um nível difícil de ver no Brasil. São 122 suítes, divididas em quatro categorias – algumas de até 80 metros quadrados, que acomodam bem uma família. Detalhes: as da categoria Master têm banheira de hidromassagem com vista panorâmica.

Durante minha estadia, procurei defeitos e foi difícil achar. Coisa rara no Brasil – infelizmente, os grandes resorts estão, de modo geral, descuidados e com funcionários despreparados ou desmotivados. Não foi o caso do Infinity.

O cuidado comigo era óbvio (afinal, sabiam que eu era jornalista). Mas eu prestei muita atenção no tratamento dado a outros hóspedes e cheguei a entrevistar alguns. Todos foram unânimes em elogiar o resort.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Gastronomia correta – Há quatro restaurantes, inclusive dois bistrôs. Experimentei o Aqualina e tanto os pratos como o serviço superaram as expectativas – ainda que os preços não sejam lá muito amigáveis. De qualquer forma, vale a pena escapar do bufê incluso na diária (o hotel trabalha com pensão completa) e curtir um jantar romântico ali.

Se você, no entanto, preferir ficar no usual, o restaurante diário tem ambiente agradável, climatizado e muito bem arrumado. Os garçons foram atenciosos e o melhor de tudo: a comida não tinha gosto de “bandejão”, como virou praxe em resorts brasileiros. Pelo contrário, havia um capricho inusitado tanto na apresentação quanto no preparo, com pratos intrincados, bem temperados e mantidos na temperatura correta.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Sem axé, ainda bem!!! – A estrutura de lazer também agrada. Há uma ampla piscina com bar molhado, quadra poliesportiva, minigolfe, academia, kids club, deck à beira-mar, sala de jogos, longe ao ar livre (chamado de “A Tenda”) e sala de cinema.

Importante: nos resorts brasileiros, sobretudo os do Nordeste, espalhou-se uma mania de incomodar o hóspede com música alta e “animadores” gritando pelas piscinas. Isso NÃO acontece no Infinity Blue! Há música, sim, mas em volume adequado e com escolha de repertório condizente com o repouso (nada de axé e pagode).

Aliás, em um determinado momento, decidi testar os funcionários do bar da piscina e pedi para abaixarem um pouco o som. Fui atendido prontamente.

Nota dez.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Spa de verdade – Outra coisa bacana: o spa. Se você frequenta resorts e hotéis brasileiros, deve ter percebido que em muitos deles há um spa apenas para “cumprir tabela”. Não foi o caso no Infinity. O lugar é muito caprichado, com variado menu de terapias e massagens – que, claro, eu experimentei.

Como hotel é muito utilizado por casais em lua de mel, o spa tem um bistrô muito romântico anexo. É possível fazer terapias em dupla e, no final, curtir um jantar à luz de velas, de frente para a piscina, mas com bastante privacidade.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Para os pequenos – As crianças também têm vez. Além do Kids Club, com seus animadores que tomam conta da gurizada enquanto os pais descansam, existem quadras esportivas, piscina infantil, outra interna aquecida e, claro, programas conjuntos com o Beto Carrero World, que fica a menos de uma hora dali. Sem falar nos bichos! Eu me deparei com uma simpática capivara logo ao sair do quarto, pela manhã.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Impressão final – o Infinity Blue não é uma opção barata de hospedagem. As diárias estão acima de R$ 1000. Mas vale cada centavo gasto, porque o padrão é internacional.

Infinity Blue resort & Spa – Av. Rui Barbosa (Estrada da Rainha), 1000 Praia dos Amores – Balneário Camboriú – Santa Catarina – visitado em outubro de 2014

  • Diárias: a partir de R$ 1100
  • Para crianças? Sim.
  • Romântico? Sim.
  • Natureza? Sim, entre praia e montanha
  • Vistas panorâmicas? Sim.
  • Esporte? Tênis, trekkiing, golfe (próximo)
  • Conforto (de 1 a 10): 9
  • Gastronomia (de 1 a 10): 9
  • Spa (de 1 a 10): 9
  • Hospitalidade (de 1 a 10): 9
  • Passeios (de 1 a 10): 9

.

Saiba mais: www.infinityblue.com.br

.

A joia mais preciosa de Interlaken

VICTORIA-JUNGFRAU GRAND HOTEL & SPA

Imagine um palácio em forma de hotel, nos Alpes Suíços. Agora pense em gastronomia de primeira e muitas atividades esportivas e de natureza…

Este slideshow necessita de JavaScript.

“Você é a segunda celebridade brasileira a se hospedar aqui”, disse com um ar brincalhão um funcionário do hotel quando soube de onde eu vinha. “A primeira foi o seu Imperador, no século 19!”, completou de modo divertido.

Foi com esse humor bem à moda suíça que me receberam no Victoria-Jungfrau Grand Hotel & Spa, em Interlaken.

A segunda afirmação do simpático funcionário é a pura verdade: inaugurado em 1865, o hotel já hospedou D. Pedro II e centenas de outras pessoas importantes e famosas ao longo dos últimos 149 anos. Orgulha-se, por exemplo, de ter recebido a preferência de Mark Twain durante suas viagens pela Europa.

Já a primeira afirmação não é verdade. Afinal, eu não chego nem perto de ser uma “celebridade”. Mas me senti como tal, graças à maneira incrivelmente refinada que todos os funcionários me tratavam, das arrumadeiras ao sommelier.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

CENÁRIO DESLUMBRANTE – O Victoria-Jungfrau é um ponto de destaque na paisagem da agradável Interlaken (saiba mais sobre a cidade vendo este post). Sua fachada imponente só é superada pelo interior, que lembra muito mais um palácio do que um hotel. São 224 quartos e suítes, 3 restaurantes, 3 bares, um spa digno de reis, com piscina interna e externa, além de um complexo esportivo e estrutura para praticar esportes de inverno.

As diárias, já aviso, são salgadas para os nossos bolsos, ainda mais nesses dias de Real desvalorizado. Mas, se você tiver condições, nem que seja para um único fim de semana, vale muito a pena!

Os quartos variam de 40 a 125 m2 e têm decoração personalizada, com todos os recursos que você pode querer: TV por satélite com mais de 40 canais do mundo todo, rádio, cofre, minibar, wi-fi gratuito (e de boa qualidade, vale dizer!), acesso para deficientes, interligação entre acomodações (para famílias), aquecedor e até umidificador e climatizador (se você quiser).  Curiosamente, não têm ar-condicionado. Nem precisam: você abre as janelas e dá de cara com os Alpes e a brisa fresca que desce deles.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

DRINQUES E DELÍCIAS – Os restaurantes são espetaculares em todos os sentidos.  A começar pela decoração (veja as fotos), passando pelo serviço apuradíssimo e chegando, claro, na gastronomia. Eu, particularmente, adorei o Quaranta Uno, de cozinha italiana, que figura no guia GaultMillau com a boa avaliação de 13 pontos. Mas tem também o chiquérrimo La Terrasse (15 pontos GaultMillau) e o Jungfrau Brasserie, onde a decoração à moda da Belle Epoque faz você se sentir no final da década de 1920…

Para os que amam praticar esportes, além da ampla academia, há um centro esportivo com quadras de tênis indoor e outdoor, e serviços que permitem praticar snow golf, rafting, caiaque, paragliding, esqui, trekking e outras atividades de natureza nos vales, rios, lagos e montanhas da região.

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

PARA CURTIR A PAZ – Quem preferir relaxar tem à sua disposição o caprichado Sensai Select Spa, ligado à marca Kanebo – uma das mais famosas do mundo. Massagens, banhos especiais, tratamentos estéticos e terapias relaxantes (experimente a shirodhara, com um fio de óleo quente sendo derramado em pontos-chave do crânio!) garantem uma experiência rara.

Somam-se aisso às saunas, solarium e jacuzzis numa área de 5500m2. Sem falar na deliciosa piscina aquecida, que tem a maior parte dentro do prédio, mas com saída para o exterior (que tal um banho durante o inverno, sob a neve?).

Mas, de todos os momentos, talvez o que eu tenha mais curtido tenha sido o drinque ao som do piano no Intermezzo Bar. Não, foi o espumante sob o sol de verão, de frente para os Alpes, nos jardins do Victoria Terrace… Sinceramente, não sei! Espero e recomendo que você, caro leitor, conheça o Victoria-Jungfrau. E aguardo sua opinião!

(CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR)

Victoria-Jungfrau Grand Hotel & Spa – Höheweg, 41, Intrlaken, Suíça

Visitado em julho de 2014

♦ Diárias: a partir de 482 francos suíços (baixa estação)
♦ Para crianças? Sim, diversas atividades
♦ Romântico? Sim
♦ Natureza? Sim, numa das mais belas regiões alpinas
♦ Vistas panorâmicas? Sim, para os alpes de Jungfrau
♦ Esporte? Esqui, snowboard, paragliding, rafting, canoagem, tênis, bike e golfe
♦ Conforto (de 1 a 10): 10
♦ Gastronomia (de 1 a 10): 10
♦ Spa (de 1 a 10): 8
♦ Hospitalidade (de 1 a 10): 10
♦ Passeios (de 1 a 10): 10

Saiba mais: Victoria-Jungfrau Grand Hotel & Spa

CONFIRA UM VÍDEO DO HOTEL E DA REGIÃO