Onde nasceu o tricampeonato de 1970

Às vezes, a viagem reserva surpresas que só você consegue compreender. Em Guanajuato, no México, foi assim para mim

Mês passado, estive no México, em missão de reportagem para a Revista Viajar pelo Mundo.  A viagem foi para o estado de Guanajuato, um belíssimo recanto histórico, repleto de reminiscências coloniais em forma de edificações, tradições, gastronomia e música (aguarde a reportagem – em breve!).

Desde antes da viagem, o nome “Guanajuato” volta e meia me intrigava, porque eu sabia que já o tinha ouvido em outra esfera que não a do turismo e das viagens. Só não lembrava onde…

_dsc7667

Pois bem, no meio de um tour pela cidade que leva o mesmo nome do estado, nosso guia começou a falar sobre a altitude do lugar – 2.000 metros, em média – e citou outras cidades próximas, como Guadalajara.

Foi aí que caiu a ficha: neste lugar, a Seleção Brasileira de Futebol havia feito sua aclimatação, treinos e preparação para a Copa do Mundo de 1970. Aquela em que conquistamos o tricampeonato mundial e a taça Jules Rimet.

dsc08087

14117707_10208653291947254_853144192593453428_n

Nosso guia confirmou: “Sim foi aqui mesmo. Eu tinha uns 8 anos de idade e meu pai me levava todos os dias para ver Pelé, Jairzinho e Rivellino“.

Para quem não sabe, a Seleção Brasileira chegou a o México desacreditada, cheia de problemas e jogando abaixo de seu potencial. Foi em Guanajuato que as coisas entraram nos eixos.

Claro que minha próxima atitude foi pedir que me mostrassem onde era o campo e o hotel que abrigaram aquela espetacular seleção de futebol.

O campo de treino está lá até hoje. Chama-se oficialmente “Unidad Deportiva Nieto Piña” e pertence à Universidade de Guanajuato (veja na foto).

14199198_10208653292347264_5178921175414756543_n

0_hotel_camino_real_guanajuato_fachada

O hotel, na época chamado “Parador San Javier“, foi todo reformado e ganhou o pomposo nome de “Camino Real Hotel” (seria uma referência aos caminhos do time canarinho?).

Eu não ligo muito para futebol hoje em dia, mas já fui fanático por esse esporte. Poucos sabem, mas fui repórter de futebol da Folha de S. Paulo nos anos 90. Por isso, confesso que estar naquele “solo sagrado” me deixou arrepiado. Uma sensação muito boa.

A única coisa que me incomodou foi perceber que nem mexicanos, nem brasileiros dão a devida importância a esse lugar tão significativo na história do futebol mundial.

Guanajuato é um lugar muito bonito e inspirador, que certamente receberá mais e mais viajantes de nosso país nos próximos anos. Não custa nada à prefeitura colocar ali ao menos uma placa, um pequeno monumento, um simples memorial.

Talvez o próprio Hotel Camino Real pudesse incluir em algum lugar de suas amplas instalações fotos históricas da Copa do Mundo de 1970. E levar os hóspedes interessados até o gramado, para conhecer, fotografar e abastecer ainda mais a memória afetiva nesse destino turístico exuberante.

14141717_10208653292947279_886165078888351680_n

É o que pretendo sugerir a ambos. Assim que me responderem, eu aviso a todos aqui no blog!

 


Saiba mais: Visit Guanajuato

Uma consideração sobre “Onde nasceu o tricampeonato de 1970”

Faça seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s