Atacama parte 5

TIERRA ATACAMA HOTEL

O Tierra Atacama é mais que um hotel. Além do conforto, tem guias que levam os hóspedes aos mais belos lugares do deserto

Este slideshow necessita de JavaScript.

Enquanto a van percorria as poeirentas ruas de terra de San Pedro de Atacama, eu dizia para mim mesmo: será possível haver um hotel de alto padrão em um lugar tão ermo, que parece ter parado no tempo?

E essa sensação aumentou ainda mais quando o motorista disse: “Chegamos” e eu me deparei com uma espécie de curral.

Mas qualquer dúvida acabou quando pisei na recepção.

O Tierra Atacama Hotel Boutique & Spa é um inesperado hotel boutique de alto padrão, a cinco minutos de de San Pedro de Atacama. Mais do que isso, é a melhor opção de hospedagem em toda a região, não só pela qualidade dos serviços e instalações, mas pelo excelente rol de passeios e expedições inclusos na diária.

É um hotel com DNA de aventura. Foi criado pela família Purcell, a mesma dona da estação de esqui Portillo, que eu já descrevi neste post.

Assim como Portillo, o Tierra Atacama privilegia a aventura em um destino natural, mas com ambiente acolhedor, serviço impecável e conforto.

 CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Arquitetura e lendas – Mas e o tal “curral”? Pois bem, o hotel foi construído de forma a preservar uma centenária fazenda de criação de touros, onde descansavam os tropeiros que traziam gado desde a Argentina até o longínquo Porto de Antofagasta.

Quando a família Purcell comprou a propriedade, os arquitetos contratados decidiram manter os muros de adobe, incorporando-os ao acesso do hotel, como uma homenagem à história desta área.

O hotel conta hoje com 32 apartamentos projetados com detalhes inspirados na cultura do Altiplano. Os 16 apartamentos Oriente têm 35 m² e possuem terraços com vista para o vulcão Licancabur.

Já os 14 apartamentos Ocidente são de 37 m² e contam com banheira e terraço com vista para os jardins e para a Cordillera de la Sal.

Folheto com lenda atacamenha: todas as noites colocado no travesseiro

Também há duas hospedagens familiares, para até seis pessoas. Cada uma três quartos, com banheiros próprios, ocupando 97 m². Tudo com vista panorâmica, terraço privativo, ducha externa, calefação, ar condicionado, telefone e cofre.

As diárias não são nenhuma pechincha, é verdade. Prepare-se para gastar algo em torno de US$ 700 por noite. Mas compensa.

O sistema é all-inclusive e, diferentemente de muitos hotéis por aí (sobretudo no Brasil), isso não rebaixa o nível dos serviços.

Só para dar um exemplo, todo dia, ao chegar ao quarto para dormir, além dos tradicionais chocolatinhos e outros agrados do tipo, eu encontrava sobre a cama um simpático folheto com desenhos e um texto narrando alguma lenda atacamenha.

Nada apaga a experiência de encontrar essa fonte de bons sonhos sobre o travesseiro.

.

Tudo de primeira e saudável – Os pratos servidos nas refeições são refinados e inovadores. A cozinha emprega ingredientes locais, muitos da própria horta. A carta de vinhos, como era de se esperar no Chile, é ampla e de ótimo nível.

Sem falar no bar, onde você pode pedir coquetéis tradicionais ou aqueles mais ousados, com toque próprio, como o pisco sour com pimenta malagueta, gengibre ou manga.

Não é um hotel grande, mas com ambientes muito bem projetados e amenidades que facilitam a vida do viajante. O bar, por sinal, tem vista panorâmica e existe ainda wi-fi em todos os ambientes, sala de televisão, sala de briefing das excursões (com um mapa enorme na parede que, por si só, já é uma atração) e sala de jogos para os pequenos.

Mas, de longe, o local mais agradável são as fogueiras ao ar livre com espreguiçadeiras e vista para o vulcão Licancabur.

Inigualável a experiência de tomar um bom tinto chileno nesse local, ao cair da noite, vendo as estrelas surgirem em um céu absolutamente imaculado pela poluição.

 CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

SPA e aventuras – Em um deserto, a maior preciosidade é a água. Pois o nome Uma Spa significa “Spa da água” na língua local Aymara.

Esse conceito privilegia a piscina climatizada interior, com camas de borbulhas, jatos e cascatas, além do banho de vapor e áreas de relaxamento externas com vistas para o vulcão Licancabur. A saber: existe piscina exterior, jacuzzi e ofurô ao ar livre.

Há um bom leque de massagens e tratamentos especiais baseados nos elementos naturais do deserto e em produtos da marca L’Occitane.

Essas terapias são pagas à parte, mas o uso do spa, não. Aliás, vale dizer que as diárias incluem o longo transfer de e para o Aeroporto de Calama e open bar (só alguns vinhos premium e licores vintage têm custo adicional). Além disso, estão no pacote duas excursões de meio dia ou uma excursão de dia inteiro.

O forte do Tierra Atacama, por sinal, são as aventuras. E possível explorar as belezas do Altiplano em expedições de trekking, bicicleta, cavalo ou de carro, sempre acompanhado por guias que falam português (ou, ao menos, um espanhol fácil de entender) .

As excursões oferecidas são um mix de contemplação da paisagem, arqueologia e apreciação da flora e da fauna atacamenha.

 CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Para gente de todos os gostos e físicos – É tudo muito bem organizado. Logo ao fazer o check in, fui recebido pelo chefe dos guias, que faz uma preleção e ajuda os visitantes a escolherem as melhores excursões, de acordo com seus gostos, interesses e preparo físico.

Há desde levíssimas caminhadas pela vilazinha de San Pedro até escaladas de montanhas a mais de 5 mil metros de altitude. Detalhe: alguns guias têm formação em biologia, geologia e até astronomia.

Eu fiz algumas das excursões, que estão descritas nas outras partes desta reportagem. Mas existe muito mais.

Um dos destaques é a escalada de vulcões. Há duas opções. A subida do Láscar leva até 11 horas – é para quem tem fôlego e ama situações limite (mas com segurança).

Já a subida do Toco permite apreciar a bela Laguna Blanca em território boliviano, numa jornada de 7 horas.

As duas requerem aclimatação e algumas caminhadas prévias para evitar problemas como o mal de altitude. Mas a paisagem e o desafio compensam o esforço. 

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR 

Observatório espacial – Por fim, o passeio mais simples, mas também o que mais me marcou: a visita noturna ao observatório espacial Alarkapin.

Ele não pertence ao hotel, mas fica em uma pequena construção anexa, com um telescópio que permite ver desde os anéis de Saturno até distantes supernovas. Tudo com explicações muito bem embasadas dos guias.

Mesmo a olho nu você desvenda galáxias, nebulosas, planetas e pode ainda flagrar diversos meteoritos entrando em nossa atmosfera. Ah, dá pra acompanhar diariamente a passagem da Estação Espacial Internacional também.

É uma experiência única e marcante. O Atacama foi eleito por astrônomos de diversos países o melhor lugar do mundo para observar o espaço. E só quem desfruta desse e de outros passeios entende por quê.

Saiba mais: Tierra Atacama Hotel Boutique & Spa 

.

CLIQUE AQUI PARA VER AS OUTRAS PARTES DA REPORTAGEM


Viajei a convite da
Tierra Hotels
www.tierrahotels.com

Uma consideração sobre “Atacama parte 5”

Faça seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s