Atacama parte 1: San Pedro

A cidade que serve de base para todos os passeios pelo Atacama é um museu vivo da cultura nativa chilena e um lugar incrivelmente agradável

Este slideshow necessita de JavaScript.

Bucolismo, chame, paz, viagem no tempo… Essas palavras ajudam, mas não são suficientes para descrever a sensação que tive ao chegar a San Pedro de Atacama, após uma jornada que envolve ir de avião até Santiago, voar de lá para Calama e, finalmente, pegar um transfer de duas horas até a pequena cidadezinha no meio do deserto.

San Pedro está a 2400 metros de altitude, na depressão pré-altiplânica que envolve as principais atrações dessa região considerada a Meca arqueológica do Chile. E com vista para o vulcão Licancabur.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

É mais do que Chile – O vilarejo tem 5 mil habitantes fixos e está 1.700km ao norte da capital Santiago. Seu trunfo, que permitiu a vida por ali, é o Rio San Pedro, que transformou o lugar num oásis, com sinais de população humana que remontam a 11 mil anos atrás.

É uma cultura peculiar, que tem indícios dos índios atacamenhos da etnia Kunza e até dos Incas, que lá estiveram por muito tempo.

Não espere ver edifícios, lojas chiques ou afins. Tudo ali é deliciosamente simples, com casinhas de adobe e uma economia baseada no cultivo de milho, quinoa e algodão e na criação de lhamas e alpacas. E, claro, no turismo – principal fonte de renda.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

Sensação única – Andar pelas ruas de San Pedro me fez ter nostalgia de algo que não vivi. Se eu acreditasse em alma ou reencarnação, diria que era uma vida passada. Como sou um cético, explico a sensação pelas imagens culturais herdadas ao longo da vida – aquilo que já vi, li e ouvi sobre “a boa vida dos tempos antigos”. Tudo isso aflora a cada passo nessa cidadezinha.

Mas não pense que, por conta da simplicidade, San Pedro abdique de atrações para os visitantes. Há o Museo Arqueológico Gustavo Le Paige, a Casa Incaica, a Iglesia de San Pedro, além de um agradável mercado de artesanato, muitas lojinhas, pousadas pequeninas e ótimos restaurantes, como o La Casona.

CLIQUE NA IMAGEM PARA AMPLIAR

CLIQUE AQUI PARA VER AS OUTRAS PARTES DA REPORTAGEM


 

San Pedro de Atacama

 

 

Viajei a convite da
Tierra Hotels
www.tierrahotels.com

 

.

2 opiniões sobre “Atacama parte 1: San Pedro”

Faça seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s