5 programas para 2014 – parte 4

Visitar São Paulo em um feriado

Quando milhões de paulistanos fogem para as praias, a cidade revela uma transformação mágica: torna-se mais humana e seus atrativos afloram!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este ano, teremos vários feriados prolongados (veja a lista aqui). Quem mora em São Paulo sabe como a cidade melhora incrivelmente nessas situações, quando cerca de 3 milhões de pessoas fogem para o litoral e o interior. Desaparecem o caos do dia a dia, as filas, os congestionamentos, a poluição…

Se você mora em outros estados ou no interior, essa é a ocasião ideal para visitar a pauliceia e desfrutar – sem loucura – de suas incríveis opções culturais, gastronômicas e noturnas.

O que eu recomendo:

.

Museu do Futebol – Anexo ao charmoso Estádio do Pacaembu, é um museu de primeiro mundo, que não deve nada aos que você encontra na Europa. Além do belo acervo de objetos históricos, tem várias atividades interativas (sobretudo para a criançada), telões com vídeos e documentários e exposições itinerantes. Imperdível para quem curte futebol.

De terça a domingo: 09h – 17h – R$ 6,00 – www.museudofutebol.org.br

.

Memorial Corinthians – Não importa que você torça para outro time. O que vale aqui é ver um belo museu de clube, a exemplo dos que existem na Europa. Há telões exibindo momentos históricos da equipe, recursos eletrônicos e nichos que mostram boa parte da memória do futebol brasileiro.

Nos feriados funciona das 10h00 às 16h00 – R$ 8 – site: Memorial Corinthians 

.

Museu da Língua Portuguesa – Só o prédio já vale a viagem. A Estação da Luz foi construída no Século 19 por engenheiros ingleses, que trouxeram da Europa boa parte dos vitrais, portões e adereços. O museu, por outro lado, é moderno, repleto de recursos eletrônicos e interativos, agradando adultos e crianças.

De terça a domingo: 10h – 18h – R$ 6,00 – www.museudalinguaportuguesa.org.br

Sala São PauloAssim como o Museu da Língua Portuguesa, fica numa construção tão bela que merece ser visitada independentemente do resto. Mesmo se não houver nenhum concerto marcado, é delicioso apreciar a arquitetura da antiga Estação de Trens Júlio Prestes, inaugurada em 1872. Se houver apresentação, melhor ainda! A Sala São Paulo tem acústica impecável e é a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Mas recebe músicos do mundo todo – até a Orquestra Nacional Russa já tocou lá.

Apresentações diárias – Estacionamento (R$ 12,00) – www.salasaopaulo.art.br

.

Edifício Martinelli – Com 30 andares e 105 metros de altura, foi o maior arranha-céu da América Latina entre 1932 e 1947. O prédio rosado é um ícone paulistano não apenas por isso, mas por abrigar uma mansão na cobertura. Por sinal, tinha baterias antiaéreas durante a revolução de 1932! Hoje, ninguém mora lá e o topo do prédio pode ser visitado gratuitamente. O estado de conservação não é o ideal, mas o passeio e a vista (dá pra ver a cidade toda!) são gratificantes.

Visitas gratuitas com guia diariamente – www.prediomartinelli.com.br

Terraço Itália – Este é um programa caro, já vou avisando! Mas você não se arrepende. O Terraço Itália é um bar/restaurante no topo do Edifício Itália. É o ponto culminante da cidade, de onde se tem uma vista inigualável da metrópole, sobretudo à noite. É delicioso tomar uns drinques no piano-bar ou curtir um jantar romântico ali. Mas espere gastar, no mínimo, R$ 100 por pessoa.

Aberto diariamente – couver artístico de R$ 45 – www.terracoitalia.com.br

Bairro da Liberdade – Um pedaço da Ásia em São Paulo. Ali, as colônias japonesa (principalmente) e chinesa mantêm vivas as suas tradições. Das pequenas lojinhas de bugigangas até os melhores restaurantes orientais, tudo encanta. Não espere luxo – o bairro é bagunçado como tudo em São Paulo. Mas isso até dá mais charme ao passeio. Imperdível: curtir a noite nos diversos karaokês!

Saiba mais: TripAdvisor – Liberdade

E São Paulo tem muitos outros programas: a Pinacoteca, o Mercadão, o MASP, o Ibirapuera, o Parque da Independência (com o Museu do Ipiranga), a elegante Rua Oscar Freire, os bairros boêmios e a s baladas do Bixiga, da Vila Madalena, dos Jardins e da Vila Olímpia

Enfim, se você decidir visitar São Paulo, não hesite em me pedir sugestões e dicas! Escreva para paulo@extrapoint.com.br

.

.

Faça seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s