Aprendendo a cozinhar em Viena!

Visitei dois restaurantes muito especiais da capital da Áustria, ambos situados no mesmo prédio: o Meissl & Schadn (onde tive aulas de culinária) e o Grand Étage (onde comi como um imperador austríaco!)

Em minha recente viagem pela Áustria, fiquei hospedado em um pitoresco hotel boutique, o Grand Ferdinand, no melhor ponto da avenida Schubertring, em Viena. Ele ocupa uma charmosa construção centenária, onde se espalham 186 quartos decorados individualmente, além de três restaurantes. Eu experimentei dois deles – e não me arrependi.

O primeiro foi o Meissl & Schadn, de culinária típica, onde a grande estrela é o Wiener Schnitzel. Se você não conhece, não sabe o que está perdendo! Trata-se de um bife de vitela bem fininho, duplamente empanado, com ovo, farinha de trigo e farinha de rosca, e depois frito em banha de porco extremamente quente. O resultado é uma carne crocante e saborosa, servida com salada de batatas e molho doce de frutas vermelhas.

No Meissl & Schadn, dá para saborear o Schnitzel e também aprender a prepará-lo, em uma aula de culinária uma hora de duração com o premiado chef Jürgen Gschwendtner. Esse divertido mestre-cuca já foi cozinheiro oficial dos camarotes da Fórmula 1, aqueles onde presidentes, donos de equipes, artistas e demais celebridades frequentam.

Jürgen, aliás, é conhecido em Viena como “sommelier de carnes” e o restaurante que ele comanda no andar térreo do Hotel Grand Ferdinand recebe os clientes com um painel gigante onde se lê: “Schnitzel Love” (“Amor pelo Schnitzel”).

A experiência de cozinhar por ali custa 40 euros e vale muito a pena, mesmo se você é um completo inepto com as panelas. Ah, e você sai da cozinha com diploma de “Scnhitzel Maker”.

O outro restaurante é o elegantérrimo Grand Étage, no último andar do hotel. Esse rooftop badaladíssimo fica ao lado da piscina do Grand Ferdinand e tem um ambiente sofisticado, que parece tirado de um filme.

O acesso a esse restaurante é restrito a hóspedes do hotel. E esse é mais um motivo pra você se hospedar lá. No Grand Étage eu degustei o melhor beef tartar da minha vida, preparado na minha frente (custa 19 euro – confira o menu aqui).

Veja o vídeo:

(vídeo na vertical porque gravei originalmente para os stories do Instagram 😊)

Há uma extensa carta de vinhos, onde não faltam os brancos feitos da peculiar uva grüner veltliner, endêmica da Áustria, além de drinques esmerados, para você tomar no happy hour, de olho na paisagem vienense.

E que tal uma sobremesa chamada “Menage a Trois”? Pois existe no Grand Étage. Ela é composta de três variedades de queijo (parmesão, tete-de-moine e outro que varia conforme a época), pão e chutney.

Em ambos os restaurantes do hotel Grand Ferdinand, a experiência vai bem além de simplesmente comer. Eu recomendo!


Grand Ferdinand Hotel (ambos os restaurantes pertencem ao hotel)
Schubertring 10-12, 1010 – Viena, Áustria
Tel +43 1 91 880 400  – www.grandferdinand.com/en/