Arquivo da categoria: Notícias

Com os Andes ao fundo

PARK HYATT – Mendoza (Argentina)

Situado na área mais nobre de Mendoza, o Park Hyatt Mendoza é ideal para quem curte um friozinho regado a bons vinhos e gastronomia de primeira

Este slideshow necessita de JavaScript.

Se existe um lugar que exala elegância e romantismo, ele é Mendoza, na Argentina, a cidade colada aos Andes, de onde vêm alguns dos mais sublimes vinhos produzidos na América do Sul. Nesse município distante mais de mil quilômetros da capital Buenos Aires fica o Park Hyatt Mendoza Hotel, Casino & Spa.

Tudo nele encanta, a começar por sua arquitetura, que mescla o moderno e o clássico da forma mais autêntica possível. O prédio de 8 andares foi construído por sobre o antigo Palace Hotel, um símbolo da prosperidade de Mendoza nos séculos 19 e 20. A obra foi realizada de modo a preservar a imponente fachada de estio colonial espanhol – uma ousadia de engenharia que garantiu fama internacional ao hotel.

Situado no centro de Mendoza, o Park Hyatt fica de frente para a agradável Plaza de La Independência e a alguns passos da Peatonal Sarmiento – o calçadão repleto de cafés e lojas elegantes de roupas, couro e vinhos.

Vinícolas e mais vinícolas – Sua localização também permite chegar em apenas 15 minutos aos principais vinhedos e vinícolas da região, onde há degustações e restaurantes típicos.

Com um pouquinho mais de tempo, dá para esquiaro centro de esportes de inverno Los Penitentes desponta na paisagem a apenas 90 minutos de carro. É possível ainda desbravar a encosta da Cordilheira dos Andes praticando rafting nos rios de degelo, explorar as ruínas históricas de Puente del Inca ou caminhar pelo sopé do Aconcágua – a mais alta montanha das Américas, com 6 962 metros. No próprio hotel dá para reservar esses passeios, com ajuda do concierge.

Quem preferir, porém, não precisa nem sair dele para se divertir. São 186 quartos ultramodernos (com wi-fi, TV HD e Stereo iHome iPod), além do Club Kaua Spa, que trouxe da Tailândia seus terapeutas, especializados em tratamentos da cultura asiática.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Cassino e spa – Da piscina climatizada do spa, pode-se ver ao longe a cordilheira dos Andes, assim como das janelas do The Vines Wine Bar e Vinoteca, onde você pode escolher entre mais de 100 vinhos premiados.

Todas as quintas-feiras há um menu especial de degustação de tapas e tintos, a 80 pesos argentinos (cerca de R$ 40) por pessoa. Sem falar no Bistro ‘M’ e no Grill ‘Q’, restaurantes de renome internacional onde todos os anos se realiza o festival Masters of Food & Wine.

No primeiro andar do hotel há uma pequena galeria de arte e também loja de roupas e suvenires.

Para agitar um pouquinho a viagem, anexo está o Regency Casino Mendoza, um cassino instalado em dois andares, com 18 mesas de jogo e 383 máquinas caça-níqueis, além de um bar onde se pode ver partidas de futebol, rúgbi e outros esportes. Tudo com um toque europeu, ou seja, cheio de elegância.

Park Hyatt Mendoza – hotel, casino & spa – Calle Chile 1124, Mendoza, Argentina – hospedagem em junho de 2012

  • Diárias: US$ 229 (casal)
  • Para crianças? Não
  • Romântico? Sim
  • Natureza? Não, o hotel está no centro da cidade, mas há vinícolas e os Andes a poucos quilômetros
  • Vistas panorâmicas? Sim
  • Esporte? Não, mas  a estação de esqui Los Penitentes está a apenas 90 minutos de carro
  • Conforto (de 1 a 10): 8
  • Gastronomia (de 1 a 10): 9
  • Spa (de 1 a 10): 6
  • Hospitalidade (de 1 a 10): 8
  • Passeios (de 1 a 10): O hotel não oferece, mas há várias operadoras ao lado

Saiba mais: www.mendoza.park.hyatt.com

5 programas para 2014 – parte 4

Visitar São Paulo em um feriado

Quando milhões de paulistanos fogem para as praias, a cidade revela uma transformação mágica: torna-se mais humana e seus atrativos afloram!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Este ano, teremos vários feriados prolongados (veja a lista aqui). Quem mora em São Paulo sabe como a cidade melhora incrivelmente nessas situações, quando cerca de 3 milhões de pessoas fogem para o litoral e o interior. Desaparecem o caos do dia a dia, as filas, os congestionamentos, a poluição…

Se você mora em outros estados ou no interior, essa é a ocasião ideal para visitar a pauliceia e desfrutar – sem loucura – de suas incríveis opções culturais, gastronômicas e noturnas.

O que eu recomendo:

.

Museu do Futebol – Anexo ao charmoso Estádio do Pacaembu, é um museu de primeiro mundo, que não deve nada aos que você encontra na Europa. Além do belo acervo de objetos históricos, tem várias atividades interativas (sobretudo para a criançada), telões com vídeos e documentários e exposições itinerantes. Imperdível para quem curte futebol.

De terça a domingo: 09h – 17h – R$ 6,00 – www.museudofutebol.org.br

.

Memorial Corinthians – Não importa que você torça para outro time. O que vale aqui é ver um belo museu de clube, a exemplo dos que existem na Europa. Há telões exibindo momentos históricos da equipe, recursos eletrônicos e nichos que mostram boa parte da memória do futebol brasileiro.

Nos feriados funciona das 10h00 às 16h00 – R$ 8 – site: Memorial Corinthians 

.

Museu da Língua Portuguesa – Só o prédio já vale a viagem. A Estação da Luz foi construída no Século 19 por engenheiros ingleses, que trouxeram da Europa boa parte dos vitrais, portões e adereços. O museu, por outro lado, é moderno, repleto de recursos eletrônicos e interativos, agradando adultos e crianças.

De terça a domingo: 10h – 18h – R$ 6,00 – www.museudalinguaportuguesa.org.br

Sala São PauloAssim como o Museu da Língua Portuguesa, fica numa construção tão bela que merece ser visitada independentemente do resto. Mesmo se não houver nenhum concerto marcado, é delicioso apreciar a arquitetura da antiga Estação de Trens Júlio Prestes, inaugurada em 1872. Se houver apresentação, melhor ainda! A Sala São Paulo tem acústica impecável e é a sede da Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo. Mas recebe músicos do mundo todo – até a Orquestra Nacional Russa já tocou lá.

Apresentações diárias – Estacionamento (R$ 12,00) – www.salasaopaulo.art.br

.

Edifício Martinelli – Com 30 andares e 105 metros de altura, foi o maior arranha-céu da América Latina entre 1932 e 1947. O prédio rosado é um ícone paulistano não apenas por isso, mas por abrigar uma mansão na cobertura. Por sinal, tinha baterias antiaéreas durante a revolução de 1932! Hoje, ninguém mora lá e o topo do prédio pode ser visitado gratuitamente. O estado de conservação não é o ideal, mas o passeio e a vista (dá pra ver a cidade toda!) são gratificantes.

Visitas gratuitas com guia diariamente – www.prediomartinelli.com.br

Terraço Itália – Este é um programa caro, já vou avisando! Mas você não se arrepende. O Terraço Itália é um bar/restaurante no topo do Edifício Itália. É o ponto culminante da cidade, de onde se tem uma vista inigualável da metrópole, sobretudo à noite. É delicioso tomar uns drinques no piano-bar ou curtir um jantar romântico ali. Mas espere gastar, no mínimo, R$ 100 por pessoa.

Aberto diariamente – couver artístico de R$ 45 – www.terracoitalia.com.br

Bairro da Liberdade – Um pedaço da Ásia em São Paulo. Ali, as colônias japonesa (principalmente) e chinesa mantêm vivas as suas tradições. Das pequenas lojinhas de bugigangas até os melhores restaurantes orientais, tudo encanta. Não espere luxo – o bairro é bagunçado como tudo em São Paulo. Mas isso até dá mais charme ao passeio. Imperdível: curtir a noite nos diversos karaokês!

Saiba mais: TripAdvisor – Liberdade

E São Paulo tem muitos outros programas: a Pinacoteca, o Mercadão, o MASP, o Ibirapuera, o Parque da Independência (com o Museu do Ipiranga), a elegante Rua Oscar Freire, os bairros boêmios e a s baladas do Bixiga, da Vila Madalena, dos Jardins e da Vila Olímpia

Enfim, se você decidir visitar São Paulo, não hesite em me pedir sugestões e dicas! Escreva para paulo@extrapoint.com.br

.

.

5 programas para 2014 – parte 3

Esquiar no Chile

Não existe na América do Sul um país tão bem preparado para o turismo. E, além disso, o Chile fica perto e tem diversas estações de esqui exuberantes

Este slideshow necessita de JavaScript.

Sei que muita gente vai ficar brava com isso, mas não posso mentir: quando um europeu (ou americano) me pergunta que país visitar na América do Sul, eu respondo sem hesitar: Chile.

Sim, eu sei que o Brasil é “cheio de belezas”. Mas também sei que aqui o turista gringo tem grandes chances de se perder, ser roubado, se estressar nos transportes e ser mal atendido (prometo um post futuro sobre isso). Como disse certa vez Tom Jobim, “O Brasil não é para principiantes”.

Mas o Chile é. Tudo muito fácil, seguro, claro e voltado ao turista. Por isso, o país andino está cada vez mais ao alcance de nossos viajantes.

Dá para achar passagens ida e volta para Santiago por pouco mais de mil reais. E existem estações de esqui muito próximas da metrópole.

Para quem vai pela primeira vez, eu indicaria três em especial:

.

FARELLONES (a 36 km de Santiago)

É a mais em conta nos preços e ideal para quem quer aproveitar outras atividades de neve que não só o esqui ou o snowboard. Ou seja, diversões como tubing (descer a encosta em uma espécie de boia), e tirolesa. Perfeita para famílias com crianças e para viagens de um dia. Saiba mais: farellones-centroski.com

.

VALLE NEVADO (a 46 km de Santiago)

É a maior e mais famosa estação de esqui chilena,  com três hotéis, capacidade para alojar 800 pessoas e uma espetacular vista panorâmica da cordilheira. Se você quer aprender, vale muito a pena considerar uma semana lá. Além do que, rola muita agitação no chamado après ski (as baladas típicas dos ski resorts conforme a noite cai). Saiba mais: www.vallenevado.com

.

PORTILLO (a 160 km de Santiago)

Esta é para quem já tem alguma prática – nela treinam várias equipes olímpicas do hemisfério norte, inclusive a dos EUA. Mas também para os que curtem belas paisagens. Fica a 3 mil metros de altitude, à beira de uma lindíssima lagoa andina, no final da famosa Rota Caracol – uma sequência de 30 curvas em forma de ferradura subindo os Andes. Particularmente, eu recomendo alugar um carro e fazer o trajeto até Mendoza, na Argentina. São os 200 km de estrada mais lindos que já conheci (em breve farei um post sobre isso). Saiba mais: www.skiportillo.com

.

Passar uma semana em qualquer um desses 3 lugares não é nenhum bicho-de-sete cabeças. E pode sair mais barato do que você pensa (ainda não foram divulgados pacotes para 2014, mas há pechinchas da ordem de R$ 1500 por uma semana).

Lembrando que a temporada de esqui começa em junho (ás vezes antes) e vai até o final de setembro.

Gostou? Então confira dois links de outros blogs com ótimas informações:

♦ Turista profissional 

♦ Viaje na Viagem  

E veja o que já escrevi sobre Portillo clicando aqui.

Mais informações: http://www.chileanski.com

5 programas para 2014 – parte 2

Explorar as atrações próximas à Disney

A Disney é a grande atração turística da Flórida e, claro, merece sua visita. Mas existem outras atrações em Orlando e suas imediações.
Atrações que pouquíssimos brasileiros conhecem

Este slideshow necessita de JavaScript.

________________________________________________________________

Confira as principais atrações próximas à Disney:

.

DSCF0188Fantasy of Flight

Este é um lugar imperdível para pessoas de todas as idades que se interessem por aviões. Já escrevi aqui no blog sobre ele (com muitas fotos!)

Veja mais clicando aqui

________________________________________________________________

800px-Kennedy_Space_Center_73Kennedy Space Center

Ele fica a uma hora de carro da Disney e é, na minha opinião, uma das atrações turísticas mais bacanas de todos os EUA. Trata-se do lugar onde, desde os anos 1960, são lançados os foguetes espaciais americanos. Hoje em dia, mais do que isso, é um parque temático, com dezenas de opções de diversão, exibições, atividades para crianças e adultos etc.. Dá até para conversar com astronautas, entrar em simuladores de ônibus espacial e ver e tocar em cápsulas espaciais e pedras lunares. Imperdível!

Veja mais em: www.kennedyspacecenter.com 

________________________________________________________________

Winter Park

downtown winter park

Afastado da zona turística de Orlando fica o distrito de Winter Park, coalhado de cafés, lojas repletas de charme e restaurantes premiados. Um dos mais famosos museus de arte dos Estados Unidos fica lá: o Charles Hosmer Morse Museum of American Art. Suas galerias exibem a mais vasta coleção do mundo de trabalhos de Louis Comfort Tiffany, artista que se celebrizou pelos trabalhos em jóias, porcelanas, pinturas e vitrais. O ponto alto é a capela elaborada 1893, toda de vidro.

Ao lado do museu, as melhores lojas de vinhos da Flórida fazem da Park Avenue um reduto de glamour na terra de Pateta e Pato Donald. Imperdível experimentar tintos, brancos e roses do mundo todo no Wine Room, um lounge todo modernoso, onde você usa uma espécie de cartão magnético para bebericar o que quiser – sem ter que pedir ao garçom. Basta ir até as máquinas automáticas espalhadas pelo bar. Elas proporcionam mais de 100 variedades – dos chardonnay californianos aos shiraz da Australia. Você escolhe o rótulo, aperta um botão e pronto: a taça fica repleta de vinho.

Veja mais em: cityofwinterpark.org

________________________________________________________________

gatorland2Gatorland

Quase dentro da cidade, esse parque foge do padrão Disney e Universal. Tem uma espetacular coleção de animais, sobretudo aligátores, crocodilos e tartarugas. São centenas com direito a divertidos shows dos amestradores. Uma atração diferente, para adultos e crianças.

Veja mais em: www.gatorland.com

________________________________________________________________

amway_tower_newsarticle2Amway Center e Church Street

O Amway Center é o enorme complexo  esportivo onde se realizam shows, jogos de basquete e hóquei. Graças a suas linhas futuristas, tornou-se uma das construções mais impressionantes da cidade. E ele fica aberto para visitação durante o dia.  Dentro está a loja oficial do Orlando Magic, da NBA, além de três restaurantes com vista panorâmica da cidade (é preciso reservar pelo site amwaycenter.com) e um centro de diversão para a criançada.

Já a Church Street, bem ao lado do Amway Center, é considerada por muitos o lugar mais charmoso de Orlando. Num trecho de três quarteirões, espalham-se restaurantes, bares, nightclubs. Eles ocupam as antigas instalações de uma estação de trem erguida em 1889. Imperdível dar uma paradinha no Ceviche, de comida espanhola, ou no Mojo Cajun Bar, onde há jazz ao vivo. Ali está também a Old Duke, histórica locomotiva a vapor que foi utilizada em filmes de John Wayne.

Veja mais em: www.amwaycenter.com

________________________________________________________________

dayona03Daytona International Speedway

Vale a pena alugar um carro e visitar esse ícone do esporte. A 45 minutos do centro, em direção à costa leste, fica o Daytona International Speedway, um dos mais tradicionais autódromos dos Estados Unidos. Palco das mais famosas corridas de carros, ele oferece visitas guiadas e atrações como o Daytona 500 Experience, que exibe história e a emoção das corridas da Nascar por meio de exposições interativas, simuladores de corridas e competições de pit-stops.

Veja mais em: www.daytonainternationalspeedway.com

.

.

.

.

.

5 programas para 2014 – parte 1

Visitar o Snowland, em Gramado (RS)

Inaugurado no fim de 2013, ele é o único parque do gênero na América do Sul – uma simulação muito caprichada de uma estação de esqui.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Snowland/divulgação

Antes de tudo, vamos deixar algo claro: eu não fui ainda ao Snowland. Você deve estar perguntando: “Mas então como você recomenda um lugar que não conhece?” Calma lá, gente. Não estamos falando de um obscuro parque de diversões qualquer, escondido num canto remoto do planeta.

O Snowland é uma das mais celebradas novidades do Sul do país e já foi alvo de várias reportagens.

Na dúvida, eu consultei meu oráculo – também conhecido como TripAdvisor. No momento em que escrevia este post, o parque havia sido avaliado por 208 visitantes, com os seguintes resultados:

  • 78% acharam excelente ou muito bom
  • 15% acharam razoável
  • 7% acharam ruim

E mesmo os que acharam “ruim” justificaram com coisas como “atendente mal-humorado” e “restaurante péssimo”. Ou seja, o problema para eles não eram as atrações em si (Aliás, quem vai a um parque de neve para comer? Ainda mais em Gramado, uma cidade cheia de boas opções gastronômicas? Enfim…)

O que você encontra no Snowland – São 6 grandes ambientes indoor onde a temperatura é sempre baixa e o cenário lembra uma estação de esqui. Ali dá para esquiar na neve (artificial, feita em máquinas, mas igualzinha à de verdade), patinar no gelo, praticar snowboard e airboard, esquibunda, tobogã e tubing (descer a encosta com uma boia grande).

O ingresso, a R$ 79 por pessoa, inclui:

  • Acesso ao Vilarejo para o dia todo;
  • Aluguel de roupas de neve (calça, jaqueta, bota, luvas e capacete);
  • Um acesso à montanha de neva para praticar snowplay, tubing, esquibunda e airboarding.

Cada acesso extra à montanha de neve custa R$ 16,00.

Quem quiser esquiar ou praticar snowboard precisa pagar um extra de R$ 25 para aluguel de esquis. E existem também aulas de esqui e snowboard a R$ 46,00.

Acreditem: esse preço é bem razoável se comparado a outros parques do gênero no mundo. Em Dubai, por exemplo, você paga o equivalente a R$ 100 só para entrar (é verdade que o parque árabe é beeeem maior!).

Se quiser saber mais, confira no site oficial do Snowland.

Confira abaixo um vídeo mostrando o Snowland

5 programas para fazer em 2014

Neste primeiro post do ano, conheça uma série de 5 programas bacanas que você pode fazer em 2014. Alguns bem incomuns (visitar São Paulo?) e outros que parecem caros (ver um jogo da NFL?). Mas todos muito legais!

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fique ligado, caro leitor deste blog! A partir de amanhã (terça-feira, dia 7 de janeiro), você terá aqui uma série de posts com 5 programas bacanas e incomuns que eu recomendo para 2014.

Ao ver a lista abaixo, você pode até torcer o nariz para alguns deles. Ou achar que são caros demais. Mas, acredite, vale a pena ao menos ler e tirar suas próprias conclusões.

Confira a série:

  1. Visitar o Snowland de Gramado (RS) – terça-feira, dia 7
  2. Explorar as atrações próximas à Disney (que os brasileiros desconhecem) – quinta-feira, dia 9
  3. Esquiar no Chile – domingo, dia 12
  4. Visitar São Paulo em um feriado – terça-feira, dia 14
  5. Ver um jogo da NFL em Miami, Tampa ou Charlotte – sábado, dia 25

Não perca! A partir desta terça eu vou esmiuçar cada uma delas – e tentar provar que são bacanas e viáveis!

7 dicas em 7 dias para uma boa viagem!

CARTAO_BOAS_FESTAS

Nesta última semana do ano, uma retrospectiva dos 7 posts de dicas de viagem que mais fizeram sucesso no blog em 2013 segundo nossos visitantes!

Confira abaixo, dia a dia:

.

25/12 – Viagem de férias? Faça seu checklist! (parte 1)

26/12  – Viagem de férias? Faça seu checklist! (parte 2)

27/12  – Viagem de férias? Faça seu checklist! (parte 3)

28/12 – Seguro de viagem: eu usei. Veja como foi!

29/12 – Avião: saiba escolher o melhor assento! (parte 1)

30/12 – Avião: saiba escolher o melhor assento! (parte 2)

31/12 – Os sete pecados capitais ao viajar

Delícia escondida na Flórida

SHERATON SAND KEY – Clearwater (EUA)

Ele está a apenas uma hora e meia de Orlando, mas poucos brasileiros conhecem esse inconfundível hotel de praia dos EUA, localizado na pacata cidade de Clearwater

Este slideshow necessita de JavaScript.

Uma das grandes surpresas que tive em viagens foi a região de Tampa Bay – a pouco mais de uma hora de Orlando, na Flórida.  Impossível, mesmo para nós brasileiros, não se maravilhar com lugares como Fort de Soto Park, eleito por dois anos seguidos como a melhor praia dos Estados Unidos pelos usuários do website Tripavisor. São nada menos que 11 km de areias praticamente desertas em uma ilha onde as mãos do homem só tocaram para construir um fortaleza, em 1898, durante a Guerra Hispano-Americana.

Há muitas outras faixas de areia pra lá de sedutoras, sobretudo em Clearwater. Numa viagem para lá, não deixe de visitar a península de Caladesi – talvez a praia americana que mais se aproxima das existentes no Nordeste brasileiro.

Antigo alvo de canhões – Ou, ainda, Sandkey, uma península que, durante a Segunda Guerra Mundial era usada como alvo de treinamento de bombardeios aéreos, devido a seu isolamento. Hoje, ela revela resorts de primeira, de cadeias internacionais como Sheraton, Marriott e Hilton.

Só o Sheraton Sandkey Resort tem uma faixa de areia de mais de 200 metros de frente por 100 de profundidade – uma das maiores praias privadas dos Estados Unidos, onde a galera joga vôlei, surfa e pratica kite surfe e stand-up paddle. Sem contar sua agradável piscina, com bar e restaurante anexo, o Poolside Café.

O Sheraton Sandkey oferece 375 quartos equipados com o que há de mais moderno – wi-fi, tv de tela plana de 37 polegadas, com canais a cabo e menu de filmes pay-per-view e imagens diretamente da praia e da piscina, para você saber o que lhe espera logo ao acordar.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Beisebol e golfinhos – Há no hotel lojinhas, restaurantes e um bar bacana, onde vi o final de um jogo decisivo da Major League Baseball (MLB), em que o time local, o Tampa Bay Rays, derrotou os poderosos New York Yankees. Aliás, eu vi a maior parte da partida no estádio do time, o Tropicana Field, na vizinha St. Petersburg.

E o hotel serve de base para explorar a vocação marinha de Clearwater, que se tornou centro das atenções em 2011 graças, sobretudo, a uma produção de Hollywood. Se você assistiu ao filme Winter, o Golfinho, deve ter se emocionado com a história do animal que perdeu a cauda num acidente e com a luta de um garoto e de um grupo de veterinários para salvá-lo. Pois trata-se de um fato real.

O golfinho, assim como o hospital de animais retratados no cinema estão ambos em Clearwater e podem ser visitados. O Marine Aquarium se tornou, em menos de um ano, a atração turística suprema da cidadezinha. E Winter, com sua cauda artificial, virou o “cidadão” mais conhecido dessa pequena comunidade de 110 mil pessoas.

Sheraton Sandkey Resort  – Gulf Boulevard 1.160, Clearwater, Flórida (a 150 km da Disney) – hospedagem em outubro de 2011

  • Diárias: US$ 201 (casal)
  • Para crianças? Sim – excelente
  • Romântico? Sim
  • Natureza? Sim, praias muito grandes e bonitas
  • Vistas panorâmicas? Sim, nota 8
  • Esporte? Sim – vôlei de praia, surfe, kite surfe, beisebol
  • Conforto (de 1 a 10): 7
  • Gastronomia (de 1 a 10): 6
  • Spa (de 1 a 10): 4
  • Hospitalidade (de 1 a 10): 8
  • Passeios (de 1 a 10): O hotel não oferece.

Saba mais: www.sheratonsandkey.com

Rio Open: para curtir tênis e praias

As grandes estrelas do tênis mundial estarão na Cidade Maravilhosa no final de fevereiro de 2014. E já há pacotes especiais para o evento

Este slideshow necessita de JavaScript.

Nomes como Rafael Nadal, David Ferrer e Bruno Soares já estão confirmados para o Rio Open 2014, o maior torneio de tênis já realizado na América do Sul, que acontece de 15 a 23 de fevereiro de 2014 nas quadras de saibro da arena montada no Jockey Club, no Rio de Janeiro.

As estrelas do circuito masculino e feminino disputarão simultaneamente o ATP 500 e o WTA International. E já existem pacotes para quem quiser presenciar esse momento histórico do tênis no Brasil. Um deles é da Faberg Tennis Tour, escolhida como agência oficial do evento.  Os clientes da agência terão exclusividade na compra de boxes com localização privilegiada na quadra central.

Além disso, terão cadeiras nas primeiras filas, no fundo da quadra, acesso ao restaurante Victoria com consumação inclusa, hospedagem no hotel oficial do evento, transfers e o acompanhamento de Fabio Silberberg, ex-tenista profissional que já defendeu o Brasil na Copa Davis.

Também é possível personalizar o programa. Os valores dos pacotes só são revelados pela agência mediante contato.

Saiba mais: Rio Open 2014 e Faberg Tennis Tour

.

Loberias del Sur: um achado na Patagônia

Situado na região de Aysén, no Chile, este hotel garante algumas das mais incríveis experiências para quem visita a pouco conhecida Patagônia Norte

Este slideshow necessita de JavaScript.

Fotos: Loberias del Sur/Paulo Mancha

Poucas vezes em minha carreira de repórter de turismo visitei um lugar tão remoto que tivesse, ao mesmo tempo, um hotel tão aconchegante. Assim é Porto Chacabuco, na Região de Aysén, na chamada Patagônia Norte. Ali fica o Hotel Loberías Del Sur – base para todos que querem explorar glaciares, montanhas, florestas e lagos dessas paragens ainda pouco conhecidas do Chile – tão enigmáticas quanto belas.

O hotel está a duas horas do pequeno aeroporto de Balmaceda, numa zona repleta de fiordes e picos nevados. Suas instalações ficam ao lado do diminuto porto que serve de entrada à XI Região do Chile e abastece cidades como Aysén e Coihaique – todas com menos de 100 mil habitantes.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Paraíso da pesca – São 60 quartos duplos e mais 60 individuais, todos amplos, com banheiras, wi-fi gratuito e decorados com madeira nativa da região. Para quem viaja em família, muitos são conectados, sem contar os preparados para portadores de deficiência física.

A gastronomia se destaca, nessa região adorada por pescadores do mundo todo graças aos rios repletos de trutas enormes e braços de mar com outros peixes desafiadores. O Hotel conta com um restaurante de comida internacional, o Chucao, que prepara bons pratos da cozinha patagônica, como cordeiro, peixes e carnes. Sem falar nos frutos do mar (a região de Aysén fica relativamente perto da famosa Ilha de Chiloé) e, claro, da boa carta de vinhos chilenos.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Conforto dentro e fora – Há ainda um bar onde se realizam diversos eventos noturnos, chamado providencialmente de “Glaciar”, onde pode-se desfrutar de uma boa variedade de licores, cervejas e petiscos. E completa o rol de opções gastronômicas a Cafeteria Arrayán, com uma inspiradora vista do porto de Chacabuco e dos navios que zanzam por ali.

Quem está hospedado tem à disposição ainda loja de artesanato, uma ampla academia de ginástica, sauna seca e uma piscina indoor aquecida, com nichos de hidromassagem.

Mas, a despeito do conforto interno, ninguém vai ao Loberias del Sur para ficar dentro de suas instalações. O hotel oferece atividades como visitas à reserva eco-turística Aikén Del Sur, passeios a cavalo, excursões de pesca, rafting, trekking, city tour em Coyhaique e Puerto Aysén, entre outros.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Gelos milenares – A atividade mais disputada, no entanto, é o passeio de catamarã até a Laguna San Rafael, que ao longo de 5 horas de navegação cruza fiordes, redutos de lobos marinhos, santuários de aves e termina onde um belíssimo fenômeno da natureza acontece: a queda dos gelos milenares do glaciar San Valentin.

O glaciar é uma das entradas para o Campo de Gelo Norte – a segunda maior massa de gelo do mundo fora das regiões polares, assentada por entre os picos da Cordilheira dos Andes.

Os espetaculares desprendimentos são acompanhados pelos turistas em botes que são alçados ao mar desde o catamarã Chaitén, para 100 pessoas. Por cerca de uma hora pode-se navegar pela borda do glaciar e fotografar a paisagem inesquecível. Depois, no caminho de volta, o staff do hotel serve aos passageiros o “whisky 1012 anos” – 12 da bebida e mil do gelo…

Este slideshow necessita de JavaScript.

Hotel Loberias del Sur – Calle José Miguel Carrera 50, Puerto Chacabuco , XI Región , Chile  – visitado em novembro de 2013

  • Preços: os pacotes são para 3 dias no mínimo, a partir de US$ 1.160 por quarto duplo, com todas as refeições inclusas, excursão de catamarã à Laguna San Rafael, excursão ao Parque Aykén com assado patagônico incluso e traslados desde o aeroporto de Balmaceda (a 200 km dali). Passageiros com mais de 55 anos têm 10% de desconto. Veja mais em: http://www.loberiasdelsur.cl/pt/tarifas 
  • Para crianças? Sim
  • Romântico? Sim
  • Natureza? Sim
  • Vistas panorâmicas? Sim, para montanhas e canais
  • Esporte? Pesca, passeios a cavalo, de bicicleta, rafting, trekking.
  • Conforto (de 1 a 10): 9
  • Gastronomia (de 1 a 10): 8
  • Spa (de 1 a 10): não tem
  • Hospitalidade (de 1 a 10): 9
  • Passeios (de 1 a 10): 10

Saiba mais: www.loberiasdelsur.cl