Falsos cognatos… palavrinhas que podem atrapalhar sua viagem!

Ninguém precisa ser poliglota para viajar. Mas estudar um pouquinho o vocabulário local antes de embarcar pode evitar sufocos e apertos!

Na primeira vez em que fui ao Chile, muitos anos atrás, aluguei um carro e, por azar, ele teve um problema durante a viagem. Telefonei para a locadora e perguntei onde havia uma oficina para levar o carro. Aí começou a confusão… Me disseram que a oficina ficava em Santiago, a 500 km de onde eu estava!

“Como assim só tem oficina em Santiago?”, pensei… Quase resignado em seguir viagem com o carro avariado, ouvi então da pessoa do outro lado da linha: “Por que você não leva o carro ao talhér?”

“Talhér”… Que diabos é isso? Bom, peguei o endereço e dirigi para lá. Qual não foi minha surpresa ao me deparar com… uma oficina mecânica! Simples: porque “oficina”, em espanhol, significa escritório. O lugar que conserta automóveis se chama “taller(pronuncia-se “talhér” ou “tachér”, conforme o sotaque).

Esse é um pequeno exemplo de como os chamados falsos cognatos podem nos atrapalhar em uma viagem. Toda língua tem suas palavras parecidas com o português, mas geralmente com significado bem diferente.

Lembro-me de uma colega jornalista muito irritada porque um guia turístico espanhol veio lhe falar em “propina“. Ela não sabia que, no idioma de Cervantes, essa palavra quer dizer gorjeta.

Outro escreveu “Zezinho” num formulário onde se pedia o “apellido“, que, na verdade, quer dizer sobrenome em espanhol…

Um amigo fumante perguntou em St. Martin (lá se fala francês) onde comprar “cigar“. O concierge do hotel o levou de pronto à belíssima loja de charutos

Outro colega foi instruído a esperar um guia turístico no “balcony” do hotel. Ficou uma hora parado no balcão da recepção, enquanto o guia estava na belíssima sacada, a 30 metros dali…

Isto para não falar em um conhecido meu que ficou com raiva do garçom italiano que chegou à mesa dizendo “Il burro“. O coitado falava apenas da manteiga que estava trazendo para o hóspede!

Enfim, cuidado com os falsos cognatos! Conheça alguns deles muito comuns no mundo do turismo:

TERMO EM INGLÊS O QUE PARECE SER REAL SIGNIFICADO
Balcony Balcão Sacada 
Book Livro Reservar
Cafeteria Cafeteira Refeitório
Complimentary Cumprimento Gratuitamente
Courtesy Cortesia Gratuito
Dairy Diário Laticínios
Data Data (dia, mês) Dados
Gratuity Gratuito Gorjeta
Injury Injúria Ferimento
Intoxicated Intoxicado Bêbado
Liquor Licor Bebida alcoólica
Lunch Lanche Almoço
Notice Notícia Aviso
Parents Parentes Pais
Policy Polícia Regras 
Push Puxe Empurre
Review Rever Crítica (análise)

flag-of-united-states-of-americaOutors falsos cognatos em inglês


flag-of-spainFalsos cognatos em espanhol


flag-of-franceFalsos cognatos em francês


flag-of-italyFalsos cognatos em italiano


flag-of-portugalFalsos cognatos em… português lusitano!


Uma consideração sobre “Falsos cognatos… palavrinhas que podem atrapalhar sua viagem!”

Faça seu comentário aqui!

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s