Cinco praias do mundo para você visitar

Continuando a série de posts com “cinco dicas”, escolhi praias internacionais que me marcaram (calma que ainda vai ter as do Brasil!). Confira!

Já começo avisando: esta NÃO é uma lista das “cinco melhores praias do planeta”. Até porque ninguém poderia ser arrogante a ponto de cravar algo assim.

Por sinal, eu não visitei e não conheço muitas praias famosas mundo afora – então como eu poderia declarar quais são “as melhores”?

Não, amigo leitor do Viajando por Esporte, não é essa ideia do post. A lista que você verá a seguir é de cinco praias que me marcaram e que eu recomendo que você visite um dia. Só isso, sem maiores pretensões.

Ah, e como dito no início, teremos mais para frente um post só para as praias do Brasil, ok? Bora lá!


1. KENEPA GRANDI

Curaçao – Caribe

A ilha caribenha de Curação tem dois lados completamente diferentes. A porção voltada para a imensidão do Atlântico é açoitada por águas bravias. Já o lado que olha para a América é banhado por lânguidas marolas, em nada menos que 38 enseadas espalhadas por 60 km de costa. Todas elas cumprindo com o estereótipo caribenho: areias claras, águas verde esmeralda, com uma transparência difícil de acreditar.

É difícil definir qual praia é a mais agradável. Eu me senti especialmente feliz em Kenepa Grandi, com seus corais perfeitos para um mergulho de snorkel, seu tamanho generoso (sem deixar de ser aconchegante) e seu relativo isolamento.

A sensação de paz nesse lugar foi uma das mais intensas que já senti.

Bem pertinho fica outra pérola: a Playa Lagun, muito procurada por mergulhadores devido frequente presença de tartarugas, atraídas pelos peixes devolvidos ao mar por pescadores da região, após chegarem nas areias com seus barcos coloridos (nas fotos). Parece um sonho.

Saiba mais sobre Kenepa Grandi


2. PLAGE DES CATALANS

Marselha (França)

Se você gosta de agitação, esse é o seu lugar.  Essa pequena faixa de areia urbana esbanja charme e ferve no verão do Sul da França. É famosa pela prática do vôlei de praia – muitos campeonatos acontecem ali. E está colada aos principais hotéis de Marselha.

Apesar da fama de lotada, foi em Catalans que presenciei o pôr do sol mais tranquilo e poético de minha passagem pela Provença, como você pode ver nas fotos (tudo bem que era outono…).

Dica: aproveite para dar uma parada no famoso restaurante Chez Michel e pedir o bouillabaisse – guisado típico preparado à base de peixe, vegetais e ervas aromáticas.

Saiba mais sobre Plage des Catalans


3. COCOA BEACH

Flórida (EUA)

Essa me pegou pelo saudosismo… Quem tem mais de 30 anos, certamente viu alguma vez na TV o seriado “Jeannie é um gênio” (“I dream of Jeannie”). O sitcom dos anos sessenta, reprisado por décadas, mostrava as peripécias de um astronauta da Nasa, o Major Anthony Nelson, ao lado de uma bela loira vinda do mundo das mil e uma noites: Jeannie, com seus poderes mágicos e suas hilariantes maluquices.

O cenário era Cocoa Beach, cidade que realmente existe e que hoje em dia é um delicioso balneário, repleto de bares bacanas a beira mar e referências ao seriado.

Imperdível, por exemplo, a visita ao Cocoa Beach Pier, com seus cinco restaurantes e dezenas de lojinhas invadindo o oceano. Passar um pôr do sol ali é coisa de filme.

Saiba mais sobre Cocoa Beach


4. BONDI BEACH

Sydney (Austrália)

Quando visitei a Austrália, foi uma surpresa foi constatar que Sydney tem praias belíssimas – ainda que todas longe do centro. A mais famosa é Bondi Beach, paraíso do surfe, da contracultura e da boa vida.

A dica ali é observar o cenário através das paredes envidraçadas do Icebergs, um clube encravado numa encosta rochosa desde 1929. Ele tem uma parte aberta para não sócios no esquema day use. Seu restaurante cheio de gente bonita é um antigo point de paquera, seja para turistas, executivos ou surfistas.

Inesquecível para mim a experiência de curtir uma tarde passeando na areia ou vislumbrando os dramáticos rochedos repletos de predinhos incrustados, que lembram a longínqua Riviera Francesa.

Saiba mais sobre Bondi Beach


5. RENAISSANCE – SHARM EL SHEIKH

Sharm El Sheikh (Egito)

De cara para o Mar Vermelho, na Península do Sinai, a cidade de Sharm El Sheikh é a “Cancun do Oriente Médio“.

Longas avenidas, coalhadas de resorts, parques temáticos e até mesmo baladas. É um dos recantos mais bonitos da terra dos faraós. Os que praticam mergulho encontram ali um dos mais sedutores points do planeta, com águas incrivelmente límpidas e flora e fauna subaquáticas de rara beleza.

Eu me hospedei no Renaissance um cinco estrelas com 5 piscinas, bares, restaurante, spa e praia privativa, de cara para a Ilha Tiran, que já fica na Arábia Saudita.

Assim como a maioria das pessoas, eu nunca tinha visto o Egito como um “destino de praia”. E me apaixonei por essa cidade que, além disso tem cultura tradicional árabe mesclada a costumes ocidentais (sobretudo na sua agitada vida noturna).

Saiba mais sobre Sharm El Sheikh