Poutine: uma delícia made in Quebec

É impossível viajar pelo Canadá e não dar de cara com o poutine, um prato simples, mas muito peculiar, que surgiu por acaso e virou mania mundo afora – aqui no Brasil também!

“A necessidade é a mãe da invenção”, afirma o ditado. Em alguns casos, a pressa também. Pelo menos é graças a ela que, reza a lenda, surgiu um dos mais típicos pratos do Canadá: o poutine.

Em 1957, durante uma viagem pelo interior de Québec, o caminhoneiro Eddy Lainesse entrou apressado no restaurante de beira de estrada Le Lutin Qui Rit, da cidade de Warwick, e pediu uma porção de batatas fritas. Vendo uma tigela cheia de queijo picado e uma panela de molho de frango ali por perto, sugeriu ao gerente que jogasse tudo por cima das batatas. Assim, poder ir beliscando algo com mais sabor e consistência, enquanto dirigia.

Batatas fritas + pedaços de queijo + molho “gravy” = Poutine…😋  (Foto: Canuck’s Poutinerie de São Paulo – veja contato no final)

O dono do restaurante, Fernand Lachance, teria respondido: “Ça va faire une maudite poutine!” (“Isto vai ficar uma maldita bagunça!”). Estava criado o poutine (“bagunça”, em francês canadense). A mistura de batatas fritas, queijo derretido e molho rapidamente fez sucesso e se espalhou pelo país.

Hoje em dia, há até técnicas especiais de preparo. Por exemplo, as batatas precisam ser grossas e fritas em óleo bem quente (alguns as fritam duas vezes), para manterem-se crocantes mesmo depois de adicionado o molho.

Por falar nele, os canadenses o chamam de “gravy” e é feito com frango, vitela ou peru, acrescido de pimenta e sal. Tem que ser apurado e bem denso, servido quente.

O poutine faz tanto sucesso figura tanto nos cardápios de restaurantes chiques quanto em barraquinhas de rua, estádios ou festas populares… E, claro, há lanchonetes especializadas, com muitas variações de ingredientes.

Confira dois lugares no Canadá e um no Brasil para degustar a iguaria quebecoise:


Poutineville
Montreal   

Diversos guias e viagem apontam este como o melhor lugar para degustar o poutine em Montreal. Além da versão tradicional, há mais de 15 outras receitas, com ingredientes que vão desde bacon até pimenta jalapeño e guacamole. Mas a fama do lugar vem mesmo do Heart Atack (“Ataque Cardíaco”), um poutine de 6,5 kg com frango, bacon, salsicha, carne moída, presunto, cebola, tomate, cogumelos, pimentas variadas e muçarela. Custa 100 dólares canadenses, mas, obviamente, é para ser dividido…

1365 Ontario East, Montreal, poutineville.com


Nom Nom Nom
Toronto   

Este food truck montado por um chef de Québec em plena Toronto virou mania nos últimos tempos. Tudo por causa dos bons preços, a despeito do toque refinado e do sabor inigualável de seus poutines. Além da versão tradicional, ele serve inovações como o Pulled Pork Poutine ($ 8), feita com carne de porco desfiada, cozida lentamente em molho mexicano do tipo chipotle. Vale a pena encarar a fila que se forma nos horários de pico.

707 Dundas Street West, Toronto, nomnomnom.ca


Canuck’s Poutinerie
São Paulo   Brazil flag icon - country flags

Criado por duas amigas – uma canadense e uma brasileira –, este pequeno e simpático restaurante é 100% dedicado ao prato típico de Québec. Mas há inovações bem exóticas, como o Shimetine, feito com batatas fritas, shimeji, creme de leite com shoyu, vinho branco e estragão. Também existem opções veganas.

Rua Tangará, 145, Vila Mariana, São Paulo
Whatsapp (11) 97673-1417
facebook.com/pg/canuckspoutinerie


ATENÇÃO: Durante a pandemia de Covid-19, todos os restaurantes citados estão trabalhando em sistema de delivery.